Fale conosco
Franquia

Como otimizar a gestão empresarial da franquia?

A gestão empresarial é necessária em todos os negócios, mas se torna mais fácil em uma rede de franquias. Saiba como otimizar a sua.

Gestão empresarial é um trabalho necessário para todos os empreendedores. Isso independe do tamanho da empresa ou número de funcionários. Todos os negócios precisam de uma gestão eficaz para apresentarem bons resultados.

Além de contribuir diretamente para o desenvolvimento e sucesso da empresa, o processo de gestão também ajuda a evitar ou atravessar momentos de crise. Por isso, é uma habilidade que deve ser desenvolvida pelos empreendedores.

No franchising, a gestão empresarial possui alguns fatores facilitadores. Nesse artigo, vamos entender quais são esses fatores e como otimizar a gestão da franquia.

Como uma rede de franquias facilita a gestão

Ao investir em uma franquia, o empreendedor adquire os direitos de uso de uma marca já existente e consolidada no mercado. Mas, além de apenas utilizar o nome da empresa, esse modelo de investimento garante uma série de recursos que facilitam a gestão da empresa.

É obrigação do franqueador fornecer treinamentos, o modelo de negócio, os detalhes da operação e suporte ao longo da vigência do contrato. Ao lidar com todas essas informações já testadas e comprovadas, a gestão de franquias fica mais fácil.

Know-how do franqueador

Um dos recursos essenciais que o franqueado tem acesso ao investir em uma franquia, é o know-how do franqueador. Como dono da marca e, na maioria dos casos, principal pessoa à frente da rede de franquias, o franqueador detém um conhecimento valioso sobre os processos e operações da empresa.

Por conta disso, uma forma de otimizar a gestão da franquia é usufruir ao máximo desse conhecimento e experiência. Além disso, manter uma boa relação de trabalho entre franqueado e franqueador é essencial para o desenvolvimento da marca.

Modelo de negócio já testado

Outro fator que torna a gestão empresarial da franquia mais fácil é a utilização de um modelo de negócio consolidado. Antes de expandir para uma rede de franquias, o franqueador precisa testar e comprovar que o modelo funciona e pode ser replicado por terceiros.

Dessa forma, o empreendedor não precisa iniciar do zero, e conta com uma série de passos traçados para o sucesso da empresa. Isso permite redirecionar a atenção e esforços para outras áreas da gestão e gerar melhores resultados da franquia.

Gestão empresarial é fundamental em qualquer negócio

Não é apenas no franchising que a gestão empresarial se faz necessária. Para o sucesso de qualquer empresa, realizar uma boa gestão é essencial.

Por meio de uma gestão eficaz, é possível conquistar diversos benefícios e evitar prejuízos. Utilizar melhor os recursos, evitar pagamentos atrasados e dívidas, construir um ambiente de trabalho saudável para os colaboradores.

Por isso, aprimorar os métodos de gerenciamento é uma prática importante e que pode ajudar no dia a dia da empresa.

Como fazer uma boa gestão da franquia

Não existe uma verdade absoluta ou uma fórmula exata para a realização de uma boa gestão empresarial. Entretanto, existe uma série de boas práticas no que diz respeito à gestão de franquias.

A principal delas é ter conhecimento dos processos da franquia. Em alguns casos, o investidor não está presente no dia a dia das operações. Mesmo assim, estar ciente de como funciona e o que acontece na unidade colabora para uma boa gestão.

Outro ponto importante é usufruir dos benefícios da rede de franquias. Isto é, aproveitar os conhecimentos do franqueador e outros franqueados; realizar os treinamentos; fazer uso do suporte da franqueadora quando necessário.

Converse com outros franqueados

Uma das principais características do franchising é o trabalho em rede. Isso significa que a expertise de todos os outros franqueados está à disposição. Usufruir dessa rede de contatos capacitados otimiza a gestão empresarial.

Todos esses empreendedores possuem um objetivo em comum: o crescimento da marca. Manter contato com os outros franqueados colabora não apenas para o desenvolvimento da franqueadora, mas também para cada unidade de franquia.

Conheça o seu público

Seja qual for o segmento escolhido na hora de investir em uma rede de franquias, conhecer o público-alvo é uma etapa preliminar e fundamental. Esse aspecto também está diretamente ligado com a eficácia da gestão de franquia.

Como pessoa responsável pela unidade, o franqueado precisa conhecer o perfil dos seus clientes. Somente assim é possível atender às suas necessidades e solucionar seus problemas. Afinal, manter o público-alvo satisfeito é uma forma de otimizar a gestão empresarial.

Não se apoie apenas no marketing da franqueadora

Em uma rede de franquias, uma das particularidades é ter o marketing garantido pela franqueadora por meio da taxa de marketing. Assim, os franqueados usufruem das ações de comunicação feitas para a marca como um todo.

Entretanto, para gerar bons resultados na unidade de franquia, é importante investir no marketing de forma local. Ou seja, pensar ações publicitárias específicas para a unidade e não depender apenas das ações da marca.

Ao fazer isso, o empreendedor ganha visibilidade para seu negócio e atrai um leque maior de clientes. Dessa forma, consegue se colocar no mercado da região onde está inserido.

Faça treinamentos frequentes

Para realizar uma gestão eficiente, é fundamental buscar conhecimento e se manter atualizado sobre as boas práticas de gerenciamento. Por isso, fazer cursos e treinamentos é um fator que facilita a gestão empresarial.

A franqueadora tem como obrigação fornecer treinamentos aos seus franqueados. Mas, para além das capacitações obrigatórias e iniciais, existem muitos outros métodos de se manter por dentro das melhores práticas de gestão.

Independentemente de qual seja o segmento escolhido ao investir numa rede de franquias, o empreendedor precisa estar minimamente capacitado para o papel de gestor.

Baseie sua gestão em métricas e dados

Uma boa gestão empresarial é aquela na qual o empreendedor conhece e controla todos os processos, recursos e limites da sua empresa. Para isso, a maneira mais eficaz de acompanhamento é por meio de métricas e dados.

A tecnologia proporciona diversos softwares exclusivamente para essa finalidade. Automatizar esse processo significa fazer um acompanhamento detalhado e garantido no dia a dia das operações da unidade.

Dados como controle de estoque, acompanhamento financeiro, escala de colaboradores, logística, entre outros, são essenciais para o bom funcionamento da empresa.

Conclusão

A gestão empresarial, apesar de necessária em todos os tipos de negócio, se torna mais fácil em uma rede de franquias. Além da otimização da gestão, o franchising também proporciona um baixo risco de investimento por se tratar de um negócio já consolidado.

Investir em uma rede de franquias não significa abrir mão da necessidade de gerenciamento. Por isso, é algo que merece atenção e aprimoramento constante. 

Acompanhe as melhores dicas sobre bons negócios

Ao navegar no site você estará concordando com a nossa política de privacidade e nossos termos de uso.

Aceito